Chamo-me Licinio Dias , a minha experiência em varios  moto-clubes, levou-me a criar o moto clube Portucalenses, un moto-clube com estrutura e ideias fixas para que este projecto pudesse ir para a frente . Aproveitei  os meus erros  do passado para melhorar este projecto. Esta ideia começou muito antes, mas so foi oficializada em 01/03/2009.

     No nosso moto clube existe  un regulamento interno, e no inicio de cada ano  hà uma reunião para apresentação de contas.

     Temos também  uma agenda anual: Passeios, encontros com outros moto-clubes, concentrações e festas no clube.

     Prometi, envestir-me de corpo e alma, para que este projecto possa ser un moto-clube com cabeça tronco e membros.

     Tenho o prazer de apresentar a todos e a todas que existe um novo moto-clube construido e fundado como deve de ser.

     Aproveito para agradecer au moto-clube Belga A.M.C BLACK-BELLY por ser nosso padrinho; e un grande obrigado au Presidente Mickey. pela ajuda deste projecto!!!

     O nome deste club tinha que ser este “OS PORTUCALENSES”, para não esquecer quem é; o símbolo simplesmente porque, tal como D. Henrique lutou contra os mouros, que iam invadindo a Península Ibérica em 711, nós lutamos contra todos (as) aqueles (as) que tentam derrubar os nossos projectos e objectivos; - o Brasão de Portugal representa o nosso Patriotismo; os verdes à volta, para nos lembrar as tão belas florestas e paisagens que o nosso País natal, nos oferece; o motor… evidentemente a Paixão por motas; o azul…, o mesmo do escudo de D. Afonso Henriques, primeiro Rei de Portugal, filho de D. Henrique; o escudo é para nos proteger dos nossos “inimigos“. O nosso lema “poucos, mas bom” não vale apena explicações… para bom entendedor, meia palavra basta.

     As nossas idéias e objectivos para este moto-club são a organização de eventos que permitam a todos (as) que seja membros, alargar os seus conhecimentos em relação ao nosso País de acolhimento, que é a Bélgica, participando nas actividades que ao longo do tempo o club irá propondo. Daremos a conhecer os costumes, a cultura, a arquitetura de cada cidade ou País, que iremos visitar; evidentemente tudo isto condimentado com o prazer do passeio de moto.

     No seu tempo, festas serão organizadas, desde que se reúnam todas as condições necessárias para tal.

     Tudo farei, para que dentro do moto-club, o respeito exista; um regulamento interno será entregue a todos (as) que estejam interessados, em se juntar a esta “família”, em que todos sem excepção, terão de cumprir.

     Um muito Obrigado a si e a todos (as) os que sempre me apoiaram e apóiam, neste grande projecto.